Quem é a mulher que habita em você? Vale ingressos para “Deus é Mulher”, com Elza Soares.

A gente sabe que a ansiedade é muito grande para chegar logo o dia 12/04, dia do show “Deus é Mulher”, com a Elza Soares, no TCA. Por isso, resolvemos dar uma ajudinha para você que ainda não conseguiu comprar ingresso (sabe como é… a grana está curta, salário apertado, mas morrendo de vontade de ver essa deusa de perto). Sim! É para você que queremos lançar esse desafio.

Para participar, tem que ser criativo, engajado e muito feminino. Basta responder à seguinte pergunta:

Quem é a mulher que habita em você?

As respostas devem ser enviadas para: atendimento.irisproducoes@gmail.com

Envie a resposta com o seu nome, telefone e perfil no instagram. A equipe da Íris Produções irá selecionar a melhor resposta, que ganhará 1 par de ingressos para curtir esse show que promete ser emocionante. Vale repostas de pessoas de todos os gêneros, afinal, todo mundo tem seu lado mulher.

LEIA COM ATENÇÃO ÀS REGRAS DA PROMOÇÃO:
1. A promoção começa dia 06/04, sábado, e encerra dia 08/04, segunda-feira, 22h (horário de BSB);
2. O resultado será divulgado nas redes sociais da Íris Produções (Facebook e Instagram) na terça-feira, dia 09/04, às 20h;
3. As respostas devem enviadas para o email: atendimento.irisproducoes@gmail.com. Atenção: lembre-se de incluir seu nome, telefone e perfil do instagram junto com a sua resposta (caso não tenha essas informações, a resposta não será considerada);
4. Você pode enviar quantas respostas você quiser, mas seja criativo, faça aquela que vai bombar nos nossos corações;
5. O participante deve seguir o nosso perfil (@iris.producoes) – tem que estar lá conosco compartilhando amor;
6. Promoção destinada para pessoa física, vetada a participação de empresas ou organizações.

Agora é com você.
Vai lá e arrebenta!

Nossa Deusa da música brasileira é mulher

O ano de 2015 foi um marco para vida artística da Elza Soares. Um ano marcado pelo sucesso do seu disco “A Mulher do Fim do Mundo” (2015), e a volta desse fenômeno à cena musical brasileira. Um trabalho autoral que renovou e reforçou a motivação dessa artista em transformar a sua arte em um ato político. Elza, essa mulher do fim do mundo, colecionou muitos prêmios com esse projeto. Ganhou o Grammy Latino, como disco do ano (2016) pelo The New York Times, além de outros prêmios musicais e técnicos de 2015 e 2016. Agora, ela roda esse país com a turnê “Deus é Mulher”, sendo mais. Muito mais!

Com uma carreira sempre pautada pela ousadia, seja pela maneira de cantar, pela atitude no palco ou pelas escolhas artísticas, Elza nos mostra ser uma mulher que ainda muita sede de luta. Em “Deus é Mulher”, ela exalta a energia feminina como a provedora dessa fase energética e sócio-política que vivemos atualmente. Coloca a mulher como uma entidade feminina responsável por gerar a vida, a energia, a arte, como em um útero materno. Um projeto que não deixa barato o seu discurso direto, contundente, global, porém com mensagens propositivas, de renascimento e esperança. De direção musical de Guilherme Kastrup, o álbum já é considerado uma surpreendente performance que supera seus últimos trabalhos. “Não vejo Elza cantando assim desde o disco Do Cóccix ao Pescoço”, afirma Kastrup.

Com 88 anos de idade e mais de 60 de carreira, Elza é só vitalidade artística. O álbum “Deus é Mulher” apresenta 11 faixas que transitam por gêneros diversos, como samba, frevo, rock, pop, bossa, rap e eletrônico, em arranjos sobrepostos por timbres arrojados, ruídos, distorções e dissonâncias, características desse núcleo criativo. Uma mescla de ritmos que se unem a letras de discurso forte, e atento ao que estamos discutindo na sociedade. “Eu acho que nesse momento o Brasil merece um disco assim, ousado, sem papas na língua, sem medo de dizer palavrão, de dizer o que pensa, ao que veio. Assim como A Mulher do Fim do Mundo, acredito que o disco vai servir de inspiração para outros artistas”, aposta a Elza.

Elza em todos os lugares
E o ano de 2018 foi um presente para os fãs de Elza Soares. Foi o ano que ela lançou a sua biografia oficial, escrita pelo jornalista Zeca Camargo, resgatando a sua trajetória da infância pobre ao sucesso, carregada de muitas alegrias e também tristezas. Foi, também, em 2018 que o musical “Elza” levou para o teatro a celebração da carreira dessa artista. As “Elzas”, interpretadas por Larissa Luz, Janamô, Júlia Tizumba, Késia Estácio, Khrystal, Laís Lacorte e Verônica Bonfim evocam a figura dessa artista, protagonista de um enredo repleto de acontecimentos, dificuldades e sobressaltos até a sua aclamação nacional e internacional. E não acaba por aí. O documentário “My name is Now – Elza Soares” (2018) trouxe o olhar e registro da diretora Elizabete Martins Campos, que acompanhou a artista durante três anos. Um registro que traz o olhar da própria cantora sobre a sua arte.

Para nós, um deleite!
Que ela seja muito mais. Que continue sendo essa deusa da música brasileira e permaneça nos presenteando com toda a sua ousadia, potência e arte. O público baiano, certamente, entende o motivo de Deus ser mulher aos olhos de Elza Soares.

______
A íris Produções promove o show “Deus é Mulher”, dia 12/04/2019, na sala Principal do Teatro Castro Alves. Para mais informações sobre o show  e compra de ingressos, [clique aqui].

Foto Divulgação: @callangolino

Rock Concha se consolida como grande evento em Salvador

De volta à Concha Acústica do Teatro Castro Alves, o Rock Concha levou para mais de 8 mil pessoas cerca de 10 horas de música nos dias 29 e 30 de outubro, com um mix de bandas veteranas e expoentes do rock e da cena alternativa de Salvador.

A festa começou no sábado com Márcio Mello, seguiu com Titãs, que autografou uma guitarra Tagima para o vencedor de um sorteio, e o heavy metal do Sepultura. No domingo, Efeito Manada deu início à segunda parte do evento, que ainda teve duas das maiores revelações da atualidade: Karol Conka e BaianaSystem.

Os preparativos para um evento dessa natureza levaram meses e incluiu até mesmo a montagem de uma loja exclusiva no Shopping da Bahia para atender a demanda, onde foram comercializados os ingressos e produtos oficiais das bandas e do próprio Rock Concha. Ainda na loja, aconteceram esquentes com pocket shows de bandas de rock. Foi um grande sucesso!

Foto: Alex Oliveira
Loja do Rock Concha no Shopping da Bahia

Com a presença de uma banda de expressão internacional, como Sepultura, o Rock Concha se consolida como um dos maiores eventos da Bahia musicais da Bahia. O que esperar daqui para a frente? Para responder essa pergunta, a empresária Irá Carvalho, idealizadora do Rock Concha, fez uma revelação animadora para a imprensa: “Quando você começa a fazer esse tipo de evento, as pessoas te procuram. O pessoal de uma banda europeia me procurou, e a gente está começando a conversar”.

O Rock Concha chegou ao fim com sensação de missão cumprida, mas com o objetivo de se aprimorar cada vez mais para atender ao público roqueiro, um dos mais exigentes que existem, mas também mais estimulantes. A Íris já começou a pensar na próxima edição. Siga as redes do Rock Concha e acompanhe as novidades.

Clique aqui para ver a galeria do primeiro dia do evento.

Guilherme Arantes faz show na Concha

No próximo dia 20 de novembro (domingo), Guilherme Arantes faz show na Concha Acústica do Teatro Castro Alves em comemoração pelos seus 40 anos de carreira.

O cantor e compositor produziu sucessos que fazem parte da mais fina galeria de clássicos da música popular brasileira numa esteira que vai do romantismo ao universo infantil, como “Lindo Balão Azul”, passando por canções que chamam atenção para temas de interesse coletivo – “Planeta Água” é uma delas.

Compositor consagrado, algumas das maiores cantoras do Brasil gravaram canções de Guilherme Arantes – “Aprendendo a Jogar” e “Brincar de Viver” tornaram-se sucessos nas vozes de Elis Regina e Maria Bethânia, respectivamente.

Bem sucedido nas FMs de todo o Brasil ao longo de quatro décadas, Arantes também foi muito requisitado pela TV, onde emplacou músicas que se tornaram grandes hinos da teledramaturgia, como a lendária “Amanhã”, tema da personagem de Sônia Braga na novela Dancin Days (1978), e “Meu Mundo e Nada Mais” (1976), feita sob encomenda para a novela Anjo Mau. E esse vasto repertório televisivo ainda inclui “Deixa Chover”, “O Melhor Vai Começar”, “Um Dia Um Adeus”, “Ouro” e “Sob o Efeito de Um Olhar”.

A relação do paulista Guilherme Arantes com a Bahia é antiga e remonta sua infância, já que foi criado em Santo Amaro da Purificação. Na década de 2000, o cantor elegeu Salvador para morar. Agora, o artista escolhe a Bahia, mais uma vez, para participar de sua história num show imperdível que será apresentado na Concha Acústica do TCA, numa parceria entre as produtoras Íris e Libertà Arte.

Os ingressos à venda na bilheteria do Teatro Castro Alves, SACs dos shoppings Barra e Bela Vista e, também, pelo aplicativo e site da Ingresso Rápido (www.ingressorapido.com.br). Informações: 3003-0595.

 

Serviço: Show de Guilherme Arantes

Data: 20 de novembro, 19h

Local: Concha Acústica do TCA

Classificação: 14 anos

Informações: 3003-0595

Valores: Plateia – R$40 (meia) / R$80 (inteira), Camarote – R$80 (meia) / R$160 (inteira)

Vendas: Bilheteira do TCA, SAC’s do Bela Vista e Barra e Site Ingresso Rápido

Realização Libertà Arte e Íris Produções

 

Por Alex Oliveira

Bandas de rock fazem esquentes do Rock Concha

O Rock Concha está muito perto e, para aquecer as expectativas, a Íris Produções vai presentear o público que é ligado com as novidades da cena rock baiana com pockets shows de bandas promissoras de Salvador. São os Esquentes do Rock Concha, o maior festival de rock da Bahia.

A banda NoBad abriu a sequência de pockets shows na última sexta-feira com um som que mesclou clássicos do rock e de autoria própria. Na próxima quinta-feira (27), na loja do Rock Concha (2º piso do Shopping da Bahia), será a vez da Squadro, banda que mistura elementos do pós-punk, do funk-rock e da música psicodélica. Já a banda Massa Sonora fará show na loja Somos Coletivos (2º piso do Shopping da Bahia), na sexta-feira (28), onde tocará rock and roll de peso e canções românticas.

O Rock Concha acontecerá no próximo fim de semana – sábado (29) e domingo (30) – na Concha Acústica, com shows das bandas Titãs, Sepultura, Márcio Mello, Baiana System, Efeito Manada e Karol Conka. Os ingressos podem ser comprados na própria loja do Rock Concha, na bilheteria do Teatro Castro Alves, nos SACs dos shoppings Barra e Bela Vista e no site www.ingressorapido.com.br.

 

_dsc8471
A banda Squadro irá se apresentar na próxima quinta-feira na loja do Rock Concha.

Aline Barretto fará show de abertura na Concha Acústica

A aguardada apresentação de Ana Carolina terá o show de abertura da cantora baiana Aline Barretto, um presente da Íris Produções para o público que comparecer à noite do dia 23 de outubro na Concha Acústica do Teatro Castro Alves.

Aline Lígia Dantas Barretto Lima, conhecida artisticamente como Aline Barretto, é cantora, compositora e instrumentista. Desponta no cenário artístico com voz marcante talento único, natural da cidade de Salvador-BA. Seu primeiro contato com a música foi aos cinco anos, onde

foi presenteada com um instrumento musical. A partir daí sua paixão pela música encontrava raízes que, mais tarde, resultaria em belíssimos frutos.

Aos quinze anos iniciou um trabalho profissional. Atualmente apresentando-se em bares e casa de show como cantora solo, Aline já trabalhou com diversos artistas e bandas, onde várias delas acabaram gravando algumas de suas canções. Carlinhos Brown, Sérgio Mendes, Thalía, Banda Eva, Bell Marques, Jammil, Chiclete com Banana, Cheiro de Amor, Netinho, Timbalada e Tomate já fizeram parte do seu trajeto musical.

Da primeira canção à estreia profissional, Aline Barretto ganha os palcos e a admiração do público. Suas apresentações consistem em um repertório vasto de músicas autorais e algumas releituras feitas em seu show. No ano de 2014, lançou seu primeiro single, uma canção de sua autoria denominada “Carta de Amor”. Hit bastante executado nas rádios de Salvador.

Aline Barretto também faz parte da gravadora Sony Music com distribução digital do Aline Barretto Live On line, que reúne vídeos gravados em estúdio, onde mescla música autorais e releituras de sucessos nacionais. As músicas da artista estão em seus canais oficiais do Spotify, iTunes, AppleMusic, Rhapsody e Napster e YouTube.

Quem quiser conhecer de perto essa bela voz pode adquirir o ingresso para o evento na bilheteria do Teatro Castro Alves, SACs dos shoppings Barra e Bela Vista e site www.ingressorapido.com.br.

O solitário punk Márcio Mello

É improvável achar alguém que nunca tenha ouvido alguma música de Márcio de Abreu Mello, mesmo que desconheça o seu nome. Aqueles que já apreciaram canções de artistas como Cássia Eller e Vânia Abreu,

Blitz, Charlie Brown jr. provavelmente já se pegaram cantarolando refrões criados por ele. Um dos maiores sucessos da cantora Daniela Mercury até hoje, “Nobre Vagabundo”, é de autoria dele, além de “Esnoba”, que foi trilha sonora da novela global Beleza Pura, executada pelo grupo Moinho.

Na lúdica década de 80, ele liderou a banda Rabo de Saia, junto com quatro musicistas baianas. O grupo se instalou no Rio de Janeiro, vivenciando de perto uma das fases mais importantes do rock nacional. De volta a Salvador, o cantor participou de alguns dos eventos mais exóticos e cultuados da cena alternativa baiana, o que nunca surpreendeu os fãs que já o acompanham há tempo; ele já experimentou pop, punk, rock, bossa e MPB.

O ecletismo musical sempre se refletiu também no seu conceito estético. Ao ver Márcio Mello, é quase impossível ter certeza de como será a sua roupa ou corte de cabelo, no dia seguinte. “Sinto grande necessidade de ter dias diferentes porque sou inquieto; acho que esse é o motivo de eu ser tão mutante. Nunca quis saber qual o motivo da minha existência como artista, prefiro acreditar que posso desempenhar múltiplos papéis na música”, diz o cantor.

Com dezessete álbuns lançados em 20 anos de carreira, o cantor tocou na Inglaterra, Espanha e Portugal; em solo português ele é, até hoje, um dos compositores brasileiros mais tocados. Em 2012, levou 20 dias na Europa gravando o seu primeiro DVD, na Holanda, Portugal e Espanha, que também utiliza imagens gravadas aqui no Brasil. Em 2015, participou novamente do Rock in Rio, num super show em homenagem a Cássia Eller, e atualmente está gravando o seu mais novo projeto, intitulado “SEXUS”.

Para entender a riqueza da história musical dele é necessário comparar o seu trabalho com as inúmeras experiências sonoras iniciadas por um ainda adolescente Márcio Mello, que, ao descobrir Bob Marley e Luiz Gonzaga, percebeu que a sua vida seria tudo, menos previsível.

Todo o vigor criativo desse autêntico roqueiro baiano poderá ser conferido no dia 29/10, na sétima edição Rock Concha, na Concha Acústica. Os ingressos podem ser comprados na loja oficial do Rock Concha, no 2º piso do Shopping da Bahia, na bilheteria do TCA, nos SACs dos shoppings Barra e Bela Vista e site www.ticketmix.com.br.

(Assessoria do artista)

Sepultura vai comemorar 30 anos de carreira no Rock Concha

sepultura

 

 

 

 

Dia 29 de outubro o Rock Concha vai receber o show da banda Sepultura, que ao longo de seus 30 anos de existência, sempre teve como marca a vanguarda na música pesada mundial, trabalhando com diversos tipos de metal, seja trash, death, black, groove, nu, hardcore e metalcore. Vale lembrar que neste tempo, o grupo primeiro conquistou o mundo, para depois ser visto em seu próprio país. E no transcorrer das últimas três décadas que marcam a passagem de sua gloriosa carreira, a cada nova geração de headbangers, o Sepultura se constituiu como referência.

BaianaSystem vai mostrar a face do rock da Bahia

baiana-system-por-cartaxo

 

 

 

 

No dia 30 de outubro a banda BaianaSystem, uma das maiores expoentes do rock na Bahia, se apresenta no Rock Concha com o show inspirado no novo CD da banda, chamado Duas Cidades. “Trazemos o som das festas populares de um futuro próximo, o trio elétrico com um soundsystem ambulante, o carnaval como uma experiência social e a cidade partida como ponto de ação e observação do ser humano”, definem os músicos.

O Rock Concha volta para casa

A sétima edição do Rock Concha acontecerá nos dias 29 e 30 de outubro tendo entre seus principais destaques o retorno à Concha Acústica do Teatro Castro Alves, tradicional território dos maiores eventos já realizados em Salvador.

Bandas de forte expressão nacional e internacional, entre veteranos e revelações que mexem com o público mais antenado com o que há de melhor na cena musical, irão se apresentar. São elas: Titãs, Sepultura e o baiano Márcio Mello, que se apresentarão no dia 29, e Baiana System, Karol Conka e Efeito Manada, que farão shows no dia 30. Desse modo, o Rock Concha se posiciona como espaço especial para o gênero na disputada cena musical baiana, confirmando-se como o maior festival de rock da Bahia.

Os preparativos de um evento desse porte envolvem uma lógica operacional tão grandiosa que a Íris Produções inaugurou uma loja oficial para o Rock Concha no 2º piso do Shopping da Bahia, onde são vendidos ingressos e produtos oficiais das bandas e do próprio evento. A inauguração aconteceu com coquetel para a imprensa, convidados e pocket show de Efeito Manada, uma das mais promissoras bandas do rock da Bahia.

Além da loja do Shopping da Bahia, os ingressos para o Rock Concha continuam em vendas normalmente na bilheteria do TCA, nos SACs dos shoppings Barra e Bela Vista e, para quem prefere mais comodidade, no site www.ingressorapido.com.br e aplicativo da Ingresso Rápido.

Mais detalhes podem ser obtidos pelo telefone 71 3003-0595 e pelas redes sociais do evento no Facebook e Instagram, onde acontecerão sorteios de ingressos e de prêmios muito especiais.