Rock Concha se consolida como grande evento em Salvador

De volta à Concha Acústica do Teatro Castro Alves, o Rock Concha levou para mais de 8 mil pessoas cerca de 10 horas de música nos dias 29 e 30 de outubro, com um mix de bandas veteranas e expoentes do rock e da cena alternativa de Salvador.

A festa começou no sábado com Márcio Mello, seguiu com Titãs, que autografou uma guitarra Tagima para o vencedor de um sorteio, e o heavy metal do Sepultura. No domingo, Efeito Manada deu início à segunda parte do evento, que ainda teve duas das maiores revelações da atualidade: Karol Conka e BaianaSystem.

Os preparativos para um evento dessa natureza levaram meses e incluiu até mesmo a montagem de uma loja exclusiva no Shopping da Bahia para atender a demanda, onde foram comercializados os ingressos e produtos oficiais das bandas e do próprio Rock Concha. Ainda na loja, aconteceram esquentes com pocket shows de bandas de rock. Foi um grande sucesso!

Foto: Alex Oliveira
Loja do Rock Concha no Shopping da Bahia

Com a presença de uma banda de expressão internacional, como Sepultura, o Rock Concha se consolida como um dos maiores eventos da Bahia musicais da Bahia. O que esperar daqui para a frente? Para responder essa pergunta, a empresária Irá Carvalho, idealizadora do Rock Concha, fez uma revelação animadora para a imprensa: “Quando você começa a fazer esse tipo de evento, as pessoas te procuram. O pessoal de uma banda europeia me procurou, e a gente está começando a conversar”.

O Rock Concha chegou ao fim com sensação de missão cumprida, mas com o objetivo de se aprimorar cada vez mais para atender ao público roqueiro, um dos mais exigentes que existem, mas também mais estimulantes. A Íris já começou a pensar na próxima edição. Siga as redes do Rock Concha e acompanhe as novidades.

Clique aqui para ver a galeria do primeiro dia do evento.

Sepultura vai comemorar 30 anos de carreira no Rock Concha

sepultura

 

 

 

 

Dia 29 de outubro o Rock Concha vai receber o show da banda Sepultura, que ao longo de seus 30 anos de existência, sempre teve como marca a vanguarda na música pesada mundial, trabalhando com diversos tipos de metal, seja trash, death, black, groove, nu, hardcore e metalcore. Vale lembrar que neste tempo, o grupo primeiro conquistou o mundo, para depois ser visto em seu próprio país. E no transcorrer das últimas três décadas que marcam a passagem de sua gloriosa carreira, a cada nova geração de headbangers, o Sepultura se constituiu como referência.